Rally de Monte Carlo > Etapa 2

Sébastien Loeb exerceu domínio completo na segunda etapa!

A segunda etapa do Rally de Monte Carlo teve um dominador claro: Sébastien Loeb. O piloto francês venceu cinco das seis especiais da etapa de hoje e foi ampliando de forma paulatina a vantagem para os seus rivais, tentando precaver qualquer percalço ou a chegada da neve para os próximos dias.

No derradeiro troço do dia, Loeb voltou a levar a melhor, conseguindo ganhar mais seis segundos a Dani Sordo (MINI), com o piloto espanhol a conseguir recuperar o seu segundo posto das mãos de Petter Solberg (Ford). A diferença entre Loeb e Sordo é de agora 1m37,2 segundos, mas o francês da Citroën admite que ainda nada está decidido.
“Senti-me bem com o carro e hoje tentei forçar porque amanhã não sabemos como estarão as condições do piso. Temos informações que talvez haja chuva e neve no topo pelo que temos de esperar. Ainda nada está decidido. Vamos esperar, mas estamos a dar o nosso melhor”, referiu Loeb no final do dia.

Por seu turno, Sordo destacou que foi um troço difícil mas lamentou o tempo perdido na primeira fase do troço, sem saber quais os motivos: “não sei porquê, perdi cerca de seis segundos no primeiro intermédio e não percebo porque é que perdi tanto tempo. Vamos tentar continuar a lutar com o Petter Solberg, é um rali muito difícil e vamos ver o que podemos fazer”.
Solberg perdeu 6,1 segundos no troço e a diferença entre os dois cifra-se em 3,7 segundos no final do segundo dia, pelo que a luta pela posição ainda está em aberto.

Despiste deixa Ogier ‘Ko’
Se ontem o derradeiro troço do dia havia sido nefasto para Jari-Matti Latvala, desta feita, calhou a Sébastien Ogier o azar com o descanso ‘à vista’. O piloto francês da Skoda acabou por sair de estrada numa zona de elevada velocidade, danificando bastante o seu Fabia S2000. Contudo, nem o piloto nem o seu navegador, Julien Ingrassia, sofreram mazelas físicas.
Evgeniy Novikov (Ford) foi o quarto melhor deste troço, perdendo 18,3 segundos, enquanto Mikko Hirvonen (Citroën) foi o quinto mais veloz, a 21,7 segundos, e logo à frente de François Delecour (Ford), este a perder 24,7 segundos para o mais rápido. Pierre Campana (MINI) foi o sétimo, logo na frente de Henning Solberg (Ford), Ott Tanak (Ford) e de Armindo Araújo, com o piloto português a perder neste final de etapa pouco mais de um minuto.
O piloto acabou por ter um furo no pneu traseiro esquerdo do seu MINI a meio da especial de 21,6 km, tomando a decisão de não parar para trocar o mesmo. Ainda assim, o seu tempo foi mais lesto do que o alcançado por Martin Prokop e Matthew Wilson. Com isso, subiu também mais uma posição, por troca com Wilson.
“Forçámos ao longo de todo o dia e agora perdemos muito tempo com este furo. Mas é assim a vida. O furo foi a meio do troço e decidimos não parar para trocar o pneu, pelo que até nem é um tempo assim tão mau”, gracejou o piloto aos microfones da World Rally Radio.
Nas contas da Geral, Loeb dispõe de 1m37,2s de vantagem sobre Sordo, que tem Solberg 3,7s atrás de si. Na quarta posição surge Hirvonen, mas já quase a dois minutos do norueguês da Ford, ao passo que Novikov está apenas 11,1s. François Delecour é o sexto, com Pierre Campana em sétimo, Ott Tanak em oitavo e Armindo Araújo já em nono, tendo vindo a subir lugares de forma progressiva.

(Fanáticos do Rally)

Advertisements

Deixe um comentário

Filed under Fanáticos do Rally

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s