Christian Lavielle dominou Baja CARMIM

A equipa francesa Christian Lavielle e Xavier Panseri, em Proto Dessoude, dominou a edição 2012 da Baja CARMIM. Nuno Matos foi segundo classificado e somou o máximo de pontos para o campeonato de Portugal.

Cedo se apercebeu que ao objetivo de testar da equipa Dessoude na Baja CARMIM, se juntou a vontade de vencer. A penalização de 4 minutos acumulada no prólogo foi anulada rapidamente, e após o abandono de Miguel Barbosa, a equipa francesa saltou para a liderança do rali, para vencer sem contestação.

Nuno Matos, que foi navegado por Filipe Serra, levou o Astra Proto ao segundo posto, a quase quinze minutos do vencedor. Apesar da distância, o piloto de Portalegre estava satisfeito com o resultado, pois foi o primeiro do pelotão do nacional de todo o terreno.

Partindo mais atrás, José Mendes e Carlos Bexiga, fizeram uma prova em recuperação e obteve um inesperado 3º lugar final, com a Mitsubishi L200.

João Rato e Paulo Torres trouxeram a Mazda BT50 ao Algarve e levaram a viatura até ao quarto lugar final. Nuno Tordo e Marco Santos ficaram no quinto posto e venceram a classe T2, com a Nissan Navara, aproveitando a penalização final imposta a Francisco Gil. Vítor Caeiro e Teresa Carona foram os sétimo classificados e venceram a classe T8.

A equipa Bruno Pinhão/José Caetano em Nissan Navara venceu a categoria promoção.

A prova ficou marcada por vários abandonos, entre eles Miguel Barbosa, Ricardo Porém, Paulo Graça e Paulo Ferreira.

Mário Patrão somou mais uma vitória na Baja CARMIM

Mário Patrão somou mais uma vitória no nacional de todo o terreno. Luís Teixeira foi o segundo, e vencedor entre a classe TT3. O algarvio Ruben Faria fechou o pódio.

Inicialmente a prova foi dominada por António Maio, que imprimiu um ritmo muito forte, e liderava com mais de um minuto de vantagem após o CP1. No entanto, uma queda do piloto da Yamaha YZ, pouco depois do primeiro controlo, deixou Mário Patrão na liderança. O concorrente de Seia foi gradualmente ganhando tempo aos principais adversários, controlando o andamento na parte final para somar a 4ª vitória na prova algarvia.

Luta interessante foi protagonizada por Luís Teixeira e Ruben Faria pelo lugar intermédio do pódio. Os dois concorrentes rodaram muito próximos, chegando a trocar de posições durante a prova. No final, Luís Teixeira levou a melhor sobre Ruben Faria, distando apenas 10,3segundos entre os dois motards. Para além do segundo lugar, Teixeira também ganhou a classe TT3.  Luís Ferreira também foi um dos protagonistas da prova, ao rodar no pelotão da frente com a sua Husqvarna TE, acabando no quarto posto e ganhando a classe TT1, a 2m49s do vencedor. No quinto lugar acabou Luís Portela Morais em KTM SX.

Jorge Oliveira venceu a classe reservada aos veteranos, beneficiando também do abandono de Rui Costa.  Gonçalo Ludovico foi o melhor da Promoção.

Jorge Monteiro venceu nos Buggys

Jorge Monteiro cedo ficou sem concorrência e levou a Polaris XP à vitória entre os Buggys.

A competição reservada aos buggys ficou decidida no início da prova. Vários abandonos e alguns problemas sentidos entre candidatos a vencedores, possibilitaram a Jorge Monteiro averbar a vitória na categoria. O piloto acabou com mais 17 minutos de vantagem sobre o segundo classificado, obtendo a segunda vitória na prova algarvia.

A alguma distância, Pedro Almeida foi o segundo classificado, e António Ferreira foi o melhor representante das Rage. Problemas sentidos na fase inicial, e que continuaram durante a prova, atiraram Rui Serpa para o quarto posto. Dorothee Ferreira acabou no quinta posto, e melhor representante feminina.

Entres os desistentes, figuravam Sérgio Silva, Avelino Luís, António Estevão e Mário Ferreira.

“Beto” Borrego ganhou com forcing final

Depois de um início complicado, “Beto” Borrego herdou uma vitória ao cair do pano, na categoria dos quads,

“Beto” Borrego, em Yamaha YFZ, faz uma extraordinária recuperação, sucedendo a João Lopes na lista de vencedores de Quads na Baja Carmim.  “Miguelito”, em Suzuki LTR, acabou no 2º lugar a mais de dois minutos.  Rafael Acúrcio, em CanAm fechou o pódio a 3 minutos e 15 segundos.

Depois de liderar na fase inicial da Baja, João Vale abandonou perto do final.

 

 

NOTA: Breve quanto possível teremos aqui a reportagem fotográfica do evento

 

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Fanáticos do Rally

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s